Terça-feira, 12 de Setembro de 2006
Projectos

Um casal feliz não vive uma relação como um contrato a termo certo. Deposita antes os afectos numa conta a prazo, porque só assim os projectos e os sonhos em comum fazem sentido. Como se pode pensar em comprar uma casa, fundar uma família, projectar viagens com alguém que vive apenas para o momento?

Um casal feliz arranja um meio termo entre os desejos e ambições de cada um, zelando por um projecto comum. Não é fácil abdicar de certas coisas por um projecto a dois… Viver junto também implica partilhar afazeres domésticos, rotinas que se instituem, responsabilidades, direitos e deveres, apoio na saúde e na doença: o bom e o mau. O importante é que a dois se tornem mais fortes que vivendo sozinhos.

Um casal feliz cria os próprios sonhos para espantar o tédio de todos os dias. Sonha com futuros possíveis e outros menos realizáveis, mas sonha.

Um casal feliz não pode criar um projecto comum passando por cima dos sonhos individuais, tem que haver projectos pessoais que depois entram em fusão com o projecto relacional, senão mais tarde ou mais cedo, os sonhos esfumam-se.

Um casal feliz conversa sobre o futuro e faz exercícios de projecção: como serei eu daqui a 5 anos, como seremos nós?

Um casal feliz consegue imaginar-se junto daqui a algumas décadas, mesmo quando o tempo tiver deixado marcas nos corpos e nas mentes. E infelizmente, acho que é isso que faz mais falta nos casais de hoje, serem incapazes de abrirem as portas de futuros alternativos e verem-se envelhecer… juntos!

[Jacky]

temas:
publicado por yuki às 23:23
link do post | conversar | favorito
Quarta-feira, 6 de Setembro de 2006
Quem me dera...

Quem me dera,

Ser todas as mulheres da Era,

Ser todas as mulheres do Mundo,

Para que quando não me quisesses

Pudesse ser a outra pela qual morresses

 

Pudesse ser linda como a Terra,

Ser linda como o mar, no fundo...

Para que quando me amasses

Jamais me deixasses e por mim

Tivesses um amor profundo!

[Célia Vicente, Abril 1990]

publicado por yuki às 22:55
link do post | conversar | ver conversas (4) | favorito
Praga

Estou de viagem... de novo... finalmente!!

Adoro viajar.

Viajar é muito bom, é das poucas coisas que não nos trai, antes pelo contrário só nos enriquece e deixa uma saudade bonita, daquelas que não faz doer.

Desta feita vou voltar onde já estive faz um ano em Outubro e vou com quem eu mais adoro: o meu filhote e os meus pais (tb adoro o meu irmão, mas ele não vai eheheh).

Viajar sempre foi o meu bálsamo, em cada viagem encontro sempre a aventura e a paixão pelo mundo, pela vida: drogas para o meu ser. Sim, preciso muito de "laurear a pevide" como diria a minha avó; de ver outras culturas; de ver como fazem isto e aquilo; de ver por onde passam os dias; de maravilhar-me com o seu património; de conhecer os seus costumes e deleitar-me com linguagen das quais não pesco nada - como o Checo! (:

Até à volta...  

 

 

temas:
publicado por yuki às 14:33
link do post | conversar | ver conversas (3) | favorito
Segunda-feira, 4 de Setembro de 2006
A vida num barco...

- Sente os salpicos da água! - gritou ela exultante da proa do barco. Agarrando-se a uma corda, inclinava-se para a frente na direcção do vento, o perfil desenhado contra o céu reluzente.

- Tem cuidado! - gritou ele, mantendo firme a roda do leme. Ela inclinou-se ainda mais para fora, olhando de lado para ele com um sorriso travesso.

- Estou a falar a sério! - gritou ele de novo. Por um momento pareceu que o pulso dela estava a fraquejar. Ele largou rapidamente a roda do leme, apenas para a ouvir rir-se de novo enquanto se endireitava. Sempre de andar ligeiro, ela dirigiu-se com facilidade para junto do leme e abraçou-o.

Beijando-lhe a orelha, murmurou em tom de brincadeira: - Pus-te nervoso?

- Pões-me sempre nervoso quando fazes essas coisas.

- Não estejas carrancudo - troçou ela. - Não agora que te tenho finalmente todo pra mim.

- Tens-me todo pra ti todas as noites.

- Não desta maneira - disse ela beijando-o de novo. Depois de um rápido relace em redor, ela sorriu. - Porque é que não descemos as velas e lançamos a âncora?

- Agora?

Ela acenou que sim com a cabeça. - A não ser, claro, que prefiras velejar toda a noite. - Com uma expressão subtil que nada traía, ela abriu a porta da cabine e desapareceu de vista. Quatro minutos mais tarde o barco fora rapidamente estabilizado e ele abriu a porta para se juntar a ela...  

temas:
publicado por yuki às 21:57
link do post | conversar | ver conversas (6) | favorito
Message in the botle

"Querida Catherine,

Perdoa-me por ter ficado zangado quando partiste.

Sinto que andei perdido, sem rota... sem bússola. Tu eras o meu Norte!

Quando tu eras o meu porto, sabia sempre voltar pra casa.

Lamento não te ter agarrado com tanta força que nem sequer Deus conseguisse arrancar-te de mim.

Com todo o meu amor,

Garrett"

Nicholas Sparks, "As palavras que Nunca te Direi"

temas:
publicado por yuki às 21:18
link do post | conversar | ver conversas (3) | favorito
Domingo, 3 de Setembro de 2006
Casamento

Esforça-te para casares. Se arranjares uma esposa boa serás feliz; se arranjares uma má, tornas-te filósofo.                                                                                                                  [Sócrates]

temas:
publicado por yuki às 23:17
link do post | conversar | ver conversas (3) | favorito
Amor

O amor vence tudo, excepto a pobreza e a dor de dentes

                                                                                  [Mae West]

temas:
publicado por yuki às 23:15
link do post | conversar | ver conversas (3) | favorito
.moi même
.procurar
 
.Fevereiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
.Ultimas

. Mudanças de Blog

. Missing

. Livraria Bertrand

. Uma Questão de Sementes

. Amiga

. Som de Água

. Ser feliz

. Mais antítese

. Antítese de muitos

. Uma questão de correspond...

.baú

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.temas

. todas as tags

blogs SAPO
.subscrever feeds